domingo, 17 de julho de 2016

Palocci e Mantega negociavam venda de MPs para a Odebrecht


Imagens: Gustavo Miranda / Marcos Alves / Agência O Globo
De acordo com um dos anexos da delação que a Odebrecht negocia, a venda de Medidas Provisórias nos governos do PT começava pelo Ministério da Fazenda, tanto no período de Antonio Palocci (na foto, à esquerda) , que tinha a alcunha de 'Italiano', quanto de Guido Mantega (à direita), o 'Pós-italiano'.

Além da MP dos Portos, os executivos da empreiteira relatam ter sido produzida na Fazenda a MP da massa falida do Bamerindus, de interesse do BTG Pactual.
Leia também: 

Segundo eles, os ministros da Fazenda exigiam contrapartidas e só depois congressistas negociavam propinas para eles próprios.

Esse anexo será detalhado na fase de depoimentos, se a negociação fechar, claro: os procuradores querem saber se Palocci e Mantega exigiam propina ou doação para campanhas petistas.

Veja também: 




 


 

Guilherme Amado
O Globo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...