segunda-feira, 25 de julho de 2016

Rio gastou R$ 44 milhões em ciclovias, mas pessoas não poderão ir de bicicleta a competições


Imagem: Reprodução 
Apesar de a Prefeitura do Rio de Janeiro ter incluído ciclovias como parte das obras do legado olímpico, o torcedor que quiser ir aos eventos pedalando será impedido.


Em mensagem às pessoas que compraram ingressos, o Comitê Rio 2016 desencorajou o uso de bicicleta e meios de transporte semelhantes: “Não haverá local para guardá-los”.

Leia também: 

Imagem: Reprodução


De acordo com uma representante do comitê, o veto à bicicleta foi adotado em Olimpíadas passadas.

A restrição ocorre no perímetro próximo aos eventos propriamente ditos, segundo ela informou ao BuzzFeed Brasil.

A explicação do comitê foi imprecisa.

Nas últimas Olimpíadas, em 2012, a organização dos jogos de Londres disponibilizou um mapa com ciclovias, para quem quisesse pedalar até os locais de partidas:

Imagem: Reprodução

A ciclovia Tim Maia, principal trecho cicloviário construído como legado olímpico, custou R$ 44,7 milhões e foi inaugurada em janeiro.

Em abril, parte da construção desabou.

Outros trechos de ciclovia construídos para a Olimpíada também receberam críticas por sua extensão e pela execução.

Veja também: 









Alexandre Aragão
BuzzFeed Brasil
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...