terça-feira, 2 de agosto de 2016

Assessor de Teori assina manifesto em que Moro é acusado de integrar complô das elites contra Lula e a esquerda


Imagem: Reprodução
Um assessor do ministro Teori Zavascki assinou um abaixo-assinado em apoio à decisão da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que denunciou o juiz Sérgio Moro ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU). Manoel Lauro Volkmer de Castilho é desembargador aposentado do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Além disso, ele é casado com a vice-procuradora-geral da República Ela Wiecko, braço-direito do procurador-geral da República Rodrigo Janot.


Leia também: 

O apoio de Manoel Volkmer de Castilho causa constrangimento ao STF não só por ser assessor de um ministro da corte, mas também porque Teori é o relator da Operação Lava Jato. O abaixo-assinado entre ao ministro Ricardo Lewandowski no dia de ontem acusa Moro de violações aos direitos humanos. O grupo diz que Lula sofre uma espécie de perseguição política por parte das elites que nunca aceitaram “a ascensão da esquerda ao poder”.

Segundo especialistas, não só a manifestação de caráter completamente político como a ação protocolada por Lula colocam na berlinda o próprio STF, já que todas as ações tomadas por Sérgio Moro, do impeachment e da Operação Lava Jato são pautadas em maior ou menor grau pelo próprio STF. Além disso, Teori fica em posição delicada já que é visto por parte da opinião pública como simpatizante do PT. O ministro ainda não foi encontrado para responder se ele concorda ou não com a visão de seu assessor sobre a perseguição descrita por Lula.

Veja também: 

 

 

Jornalivre
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...