quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Atletas da Venezuela aproveitaram Olimpíada para 'traficar' comida e remédio


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Atletas venezuelanos que participaram dos Jogos Olímpicos no Rio aproveitaram a viagem para voltar com alimentos e remédios para casa, já que o país vive uma grave crise de desabastecimento.

"Eu estou aqui [no Rio] para pensar na competição, mas claro que aproveitei para levar para casa coisas que precisamos", afirmou à agência Reuters o velejador Jose Gutierrez, que mora em Caracas e disse que levaria remédios para a família.


Leia também: 
‘Venezuela não irá assumir a presidência do Mercosul’, garante Serra

A jogadora do vôlei de praia Norisbeth Agudo contou que familiares e amigos pediram para ela trazer do Rio remédios e cosméticos.

Alguns evitaram falar sobre temas políticos. "Para evitar ser controverso, eu prefiro não falar sobre o assunto", disse o jogador de basquete Gregory Echenique. Ele descreveu a situação na Venezuela como dura e afirmou que grande parte de sua família se mudou para os Estados Unidos.

A Venezuela terminou a Olimpíada com três medalhas —uma de prata (salto triplo) e duas de bronze (boxe e ciclismo BMX). A delegação do país era composta por 86 atletas.

Os relatos de torcedores venezuelanos que foram até o Rio são semelhantes.

"Eu vou aproveitar e comer tudo o que não consigo lá: salmão, bacalhau —faz anos que não vejo bacalhau por lá— e um bom churrasco", afirmou Juan Carlos, 36, enquanto assistia a um jogo de basquete. Ele disse que também levaria para casa remédios e produtos de higiene.

 Veja também: 




 



  

Folha de S. Paulo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...