sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Caiado diz que nomeação da testemunha foi criminosa; assista


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O senador Ronaldo Caiado afirmou que a nomeação de Esther Dwek pela senadora Gleisi Hoffmann foi criminosa, pois visava obter um testemunho favorável à presidente afastada Dilma. Caiado apresentou os documentos que mostram que a testemunha foi nomeada para o gabinete da senadora Gleisi Hoffmann, diferentemente do que Gleisi afirmou. 


Assista ao vídeo: 


Caiado leu o artigo 343 do Código Penal, que prevê pena de reclusão de 3 a 4 anos e multa. 

Art. 343. Dar, oferecer ou prometer dinheiro ou qualquer outra vantagem a testemunha, perito, contador, tradutor ou intérprete, para fazer afirmação falsa, negar ou calar a verdade em depoimento, perícia, cálculos, tradução ou interpretação: (Redação dada pela Lei nº 10.268, de 28.8.2001)Pena - reclusão, de três a quatro anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 10.268, de 28.8.2001)Parágrafo único. As penas aumentam-se de um sexto a um terço, se o crime é cometido com o fim de obter prova destinada a produzir efeito em processo penal ou em processo civil em que for parte entidade da administração pública direta ou indireta. (Redação dada pela Lei nº 10.268, de 28.8.2001)

Após a fala de Caiado, o senador Lindbergh pediu a palavra e iniciou-se a confusão que levou à interrupção do julgamento.  

Leia também: 

Calheiros diz que o julgamento está parecendo um hospício e ataca Gleisi

Veja também: 

 








Luciana Camargo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...