quinta-feira, 25 de agosto de 2016

'Evidentemente não podia votar nela depois de ver o que ela fez', diz procurador


Imagem: Reprodução / TV Senado
Acusado de ser "partidário" e "militante", o procurador Júlio Marcelo surpreendeu a todos ao relatar, para registro, que votou em Dilma para presidente em 2010. Ao ser perguntado se voltou a votar em Dilma em 2014, ele disse que "evidentemente não poderia votar nela depois de ver o que ela fez". 

Leia também:
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...