quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Janaína rebate truque vitimista de Dilma: “Luto por tratamentos iguais”


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em encontro com mulheres, a presidente afastada Dilma tentou criar a versão de que o impeachment é machista, e que ela foi afastada por ser mulher. Janaína Paschoal, a autora do pedido de impeachment, rebateu as afirmações de Dilma em uma sequência de postagens no Twitter: 


“Não foi fácil decidir pedir o impeachment de uma mulher. Eu confesso! Já temos tantas dificuldades para ascender… Passei várias noites, pensando que triste ser justamente eu a tomar a iniciativa de impedir a primeira mulher Presidente. Ao cabo dessas reflexões, eu concluí o seguinte: ninguém pode ser perseguido por ser mulher; por outro lado, ninguém pode ser protegido por ser mulher. Se a Presidente fosse homem, eu pediria o impedimento; ora, não seria justo deixar de fazê-lo, pelo simples fato de ela ser mulher. Contrariamente ao que vem sendo propalado, este impeachment é feminista! Estou lutando por tratamentos iguais, em todos os sentidos.”

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...