quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Paulo Henrique Amorim é condenado por associar Gilmar Mendes ao nazismo


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Paulo Henrique Amorim, ex-apresentador da TV Globo e hoje na TV Record, foi condenado a pagar indenização de R$ 40 mil ao ministro Gilmar Mendes, do STF, por publicar em um site fotomontagem em que o magistrado aparece vestido como membro do exército nazista. Depois de notificado, ele voltou a divulgar charge em que "procurou transmitir a ideia de que ele [Mendes] seria portador de alguma forma de demência", segundo a sentença.


Em sua defesa, Amorim diz que as publicações caracterizavam-se como livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, prevista constitucionalmente. O juiz Leandro Borges de Figueiredo, da 8ª Vara Cível de Brasília, no entanto, reconheceu o dano moral e determinou o pagamento da indenização. Cabe recurso.

Em 2009, Paulo Henrique opinou em seu blog, o Conversa Afiada, que o jornalista da TV Globo Heraldo Pereira era um "negro de alma branca". Ele foi condenado, em 2013, em segunda instância, por injúria racial. Ele também já havia sido condenado, no mesmo ano, a indenizar em R$ 100 mil o ministro Gilmar Mendes após afirmar que o magistrado transformava o STF em um "balcão de negócios".

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...