sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Um dos nomes mais citados no caso Celso Daniel vira assessor de Lindbergh Farias


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O ex-ministro de Dilma, Gilberto Carvalho, foi nomeado nesta quinta-feira (11) assessor da liderança da oposição no Senado, comandada pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ). O ex-ministro foi interlocutor do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva junto aos movimentos sociais e braço direito do petista nos seus dois primeiros mandatos na Presidência, ocupando o cargo de chefe de gabinete.


Leia também: 

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo desta sexta (12), Carvalho receberá um salário de R$ 19.952,53 mensais, nova remuneração para o cargo após reajuste a funcionários da Casa. Para o deputado federal Marco Tebaldi (PSDB-SC), a escolha de Carvalho para o cargo de assessor de Lindbergh é “vergonhosa” e demonstra a falta de critério do PT nas suas nomeações.

“É lamentável a nomeação de uma pessoa que foi tão maléfica para o país e que agora vai fazer o mal lá dentro do Congresso também. O PT sempre adota essa postura de indicar pessoas sem qualificação só porque é do partido, só porque são companheiros, sem levar em consideração a qualificação da pessoa. É um absurdo, uma vergonha”, criticou.

Gilberto Carvalho está intimamente ligado ao escândalo Celso Daniel, como lembra o site Implicante. Na CPI do BNDES, Mara Gabrilli o listou como um dos sete nomes que ligavam Lula à morte de Celso Daniel:

“O Gilberto Carvalho é conhecido na cidade de Santo André como o ‘Homem do Carro Preto’. O ‘Homem do Carro Preto’ coletava o dinheiro extorquindo empresários”.

Veja também:













Luciana Camargo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...