quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Fatiamento de votação no impeachment cria mal-estar no STF


Imagem: Agência Senado
A decisão do Senado de fatiar a votação final do processo de impeachment e manter a habilitação da ex-presidente Dilma Rousseff para ocupar cargos públicos causou um grande mal-estar no Supremo Tribunal Federal (STF).

A parte mais visível deste desconforto foi a declaração pública do ministro Gilmar Mendes, que disse que foi "bizarro" fatiar a votação.


De forma reservada, entretanto, vários ministros já manifestaram contrariedade com a decisão do Senado, principalmente, pelo fato de o processo ter sido conduzido pelo presidente do tribunal, ministro Ricardo Lewandowski.

"É lógico que é uma decisão política, mas caberia ao ministro Lewandowski indeferir a questão de ordem. Foi aberto um precedente perigoso", disse ao Blog um ministro do STF.

Na avaliação de integrantes da Suprema Corte, haverá constrangimento com a possibilidade de o tribunal ter que analisar uma decisão que teve aval de Lewandowski.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...