terça-feira, 6 de setembro de 2016

Uruguai também arrega e diz que “processo de impeachment foi legal”


Imagem: Reprodução
Segundo a Folha, não apenas a Bolívia, como também o Uruguai já passou a falar mais fino com o governo Temer.  O Uruguai ainda diz considerar o processo legal de impeachment uma “profunda injustiça”, mas, mesmo assim, já amenizou suas narrativas.

Nesta segunda-feira (5), o chanceler Rodolfo Nin Novoa afirmou que “o Uruguai reconhece o governo Temer, embora continue mantendo sua posição a respeito não do processo, mas do resultado. O processo foi legal, mas o resultado é injusto”. Vale lembrar que a narrativa petista diz que o processo legal de impeachment “não foi legal”. Logo, reconhecer sua legalidade já é uma capitulação.

Tanto há provas de que o reconhecimento do governo Temer pelo Uruguai está confirmado que o presidente Tabaré Vázquez já agendou uma conversa com seu colega Michel Temer durante a Assembleia-Geral da ONU, neste mês.

Novoa fala sobre a agenda: “O Mercosul vai estar na agenda, sem dúvida. As chancelarias estamos trabalhando para superar a inação que há. Nosso objetivo é salvar o Mercosul”.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...