terça-feira, 4 de outubro de 2016

Homologada delação de dona da agência que fez campanha de Dilma


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Herman Benjamin homologou a delação de Danielle Fonteles, dona da agência Pepper, que lavou propina para a campanha de Dilma Rousseff, informa o Antagonista.

A dona da agência de comunicação Pepper Interativa, Danielle Fonteles admitiu, na delação premiada, que R$ 6 mihões que ela recebeu pelos serviços prestados para a campanha da presidente Dilma Roussef em 2010 foram pagos pela empreiteira Andrade Gutierrez.


Leia também: 

A delação foi feita dentro da Operação Acrônimo, que apura um suposto esquema de financiamento ilegal de campanhas eleitorais. A Pepper foi citada também na Operação Lava Jato, quando os ex-executivos da Andrade Gutierrez afirmaram ter pago os R$ 6 milhões em contratos fictícios para a agência de publicidade. A Pepper produz conteúdo para a internet e foi responsável pela imagem de Dilma Roussef nas redes sociais durante a primeira eleição para presidência. 

A campanha era coordenada pelo atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, do PT. Ele e a esposa, Carolina de Oliveira, são investigados pela Operação Acrônimo. A Polícia Federal suspeita que a primeira-dama Carolina de Oliveira seja sócia oculta da Pepper Interativa e que recebeu comissões por meio da agência.

Antes mesmo da homologação, a delação premiada de Danielle Fonteles foi dividida em duas partes. A parte que cita o governador de Minas, Fernando Pimentel, foi para o Superior Tribunal de Justiça. A outra, que faz referência à campanha eleitoral da presidente Dilma Roussef, foi enviada para o Supremo Tribunal Federal. 

Veja também: 






O Antagonista e G1
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...