quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Professora da PUC-SP diz que pobres são 'ingratos' e 'sem caráter' por terem votado em Dória


Imagem: Reprodução / Facebook
Após a eleição de João Dória no primeiro turno das eleições para prefeito de São Paulo, um fenômeno lamentável tem acontecido nas redes sociais: desolados com o massacre sofrido por Haddad e demais candidatos petistas pelo país, a máscara de socialistas tem caído e diversos têm afirmado que “os pobres não sabem votar” ou que são “ignorantes”, para ficar em termos que podemos publicar.

Esse é caso de Márcia Arnaud Antunes, professora da PUC-SP e da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (FDSBC). Em seu perfil oficial no Facebook, a professora destilou todo o seu ódio contra os pobres que deixaram de votar em Fernando Haddad para votar em João Dória. De acordo com Márcia, os pobres que não votaram no petista são “gente ingrata” que possui “falta de caráter” e que “irão pagar caro por isso”. A professora aproveitou para menosprezar os menos favorecidos ao afirmar que possui um “belíssimo plano de saúde” e que vai ficar “no seu carro, ouvindo música” enquanto a vida dos “pobres de direita” irá piorar por não terem votado em Haddad, conforme imagem retirada do perfil público da própria Márcia Arnaud:



Curiosamente, a imagem oficial do perfil da professora antes das eleições era um meme, o “Luto Pela Democracia”, que foi prontamente retirado do perfil após o resultado das urnas. Pelo jeito, para os socialistas a democracia só é importante quando convém.

Leia também: 

Veja também:









Marcelo Faria
Ilisp
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...