terça-feira, 4 de outubro de 2016

TCU recomenda rejeição das contas de Dilma em 2015 e apresenta 17 graves razões


Imagem: Reprodução / Veja
Parecer de 69 páginas do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União lista 17 graves razões para a rejeição das contas do governo Dilma Rousseff relativas a 2015. Dilma repetiu as “pedaladas” que estiveram entre os motivos para a rejeição unânime de suas contas de 2014. O parecer, assinado pelo procurador-chefe Paulo Bugarin, analisa e rejeita cada uma das alegações da defesa da ex-presidente. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.


Leia também: 

O MP do TCU identificou ilegalidade em operações de crédito no Plano Safra, do Banco do Brasil e no PSI, a “bolsa empresário” do BNDES.

Em 2015, o governo Dilma também escondeu dívidas junto ao Banco do Brasil, Caixa e BNDES. Até pagou dívidas com dinheiro do FGTS.

Dilma pagou dívida até com dinheiro do Fundo Nacional para a Criança e Adolescente (FNCA), que a Lei de Responsabilidade Fiscal proíbe.

Se não bastassem as malversações de 2014, os crimes reiterados nas contas públicas em 2015 justificariam um segundo impeachment.

Veja também: 






Cláudio Humberto
Diário do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...