terça-feira, 29 de novembro de 2016

Antes de tentativa de invasão do Congresso, grupos da extrema-esquerda vandalizaram Museu e prédio do MEC


Imagem: Reprodução
Um grupo de vândalos ligados a grupos de extrema-esquerda pichou o Museu Nacional da República e o Ministério da Educação com mensagens contrárias ao presidente Michel Temer. Segundo a Polícia Militar, um rapaz foi detido e outras três pessoas foram presas com socos ingleses nas proximidades do protesto.


O Congresso Nacional foi parcialmente cercado por militantes de extrema-esquerda ligados a UNE, UBES, MST, MTST e indigenistas do CMI. Os grupos tentaram invadir o Congresso, mas foram contidos pela Polícia Militar do Distrito Federal e pela Polícia Legislativa, que dispersou os grupos com bombas de efeito moral.

A reação dos grupos foi revirar carros que estavam na esplanada, além de atirarem paus e pedras contra as forças policiais e contra jornalistas que cobriam o episódio. O motivo da concentração foi a votação da PEC 241/55 (que entrará em votação no Senado Federal no dia de hoje) e o Fora Temer. 

Leia também: 
Senadora Ana Amélia faz discurso contundente e envergonha petistas: 'São os pobres que sofrem com a irresponsabilidade do governo petista!'; veja
Leia transcrições de diálogos gravados por Marcelo Calero

Veja também: 

 







Jornalivre 
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...