segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Delcídio do Amaral rompe o silêncio: Lula participava de perto do que ocorria na Petrobras; veja vídeo


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Processado por danos morais pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador e delator da Lava Jato Delcídio do Amaral respondeu: "é uma estratégia dos advogados batendo na tese da vitimização e tentando desqualificar (a delação em que Delcídio cita Lula). Nós já esperávamos esse tipo de atitude", afirmou.


"Só que as investigações já estão muito avançadas em função da delação que eu prestei. Portanto, 'tudo como dantes no quartel de Abrantes'. Não alterou absolutamente nada", disse Delcídio em entrevista à Jovem Pan. 

Assista: 



Delcídio falou em seu depoimento à força-tarefa da Lava Jato que partiu de Lula a ordem “expressa” para oferecer dinheiro à família do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, a fim de que este não fizesse delação premiada nem citasse o suposto esquema de compra de sondas superfaturadas pela estatal com o amigo do ex-presidente, José Carlos Bumlai. Bernardo Cerveró, filho de Nestor, gravou a conversa com Delcídio que levou à prisão do ex-senador em novembro do ano passado por tentar obstruir a justiça.

Também em depoimento aos procuradores, o ex-senador petista e ex-líder do governo disse que Lula tinha conhecimento do esquema de propinas e corrupção que permeava a petrolífera brasileira.

Na entrevista exclusiva, o ex-senador destacou ainda que Lula “era um presidente protagonista, atuante”, especialmente em questões relacionadas à Petrobras, que, segundo Delcídio, era usada “como política de Estado para alavancar o crescimento”.


Leia também: 


A ação

Lula pede R$ 1,5 milhão de indenização por danos morais de Delcídio. Segundo os advogados, Delcídio “mentiu ao dizer que Luiz Inácio Lula da Silva agiu para obstruir a Justiça”.

A ofensiva de Lula contra seu ex-companheiro foi decidida com base, de acordo com os advogados do ex-presidente, nos relatos de cinco depoentes da audiência pública ocorrida em 8 de novembro na 10.ª Vara Federal de Brasília.

"Foram unânimes ao reconhecer que Lula jamais tentou interferir, direta ou indiretamente, na delação premiada de Nestor Cerveró, ao contrário do que fora afirmado por Delcídio Amaral", sustentam os advogados de Lula.

*Em nota enviada à Jovem Pan a defesa do ex-presidente Lula informou que o ex-senador Delcídio do Amaral mentiu sobre a compra do silêncio de Nestor Cerveró e está sendo processado por este motivo. Confira a nota na íntegra:

"O ex-senador Delcídio do Amaral está sendo processado porque mentiu em relação a Lula. A ação proposta no último dia 10/11 diz respeito apenas à mentira sobre a compra do silêncio de Nestor Cerveró. As demais mentiras serão objeto de novas ações. Tal como ele, todos aqueles que forjarem acusação para obter benefícios da Justiça serão processados".

Veja também: 





 

Jovem Pan
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...