terça-feira, 29 de novembro de 2016

Policial é esfaqueado por militantes de extrema-esquerda na Esplanada


Imagem: Reprodução / CB
Um cabo da Polícia Militar foi encaminhado ao Hospital de Base em após ser esfaqueado durante o protesto na Esplanada dos Ministérios, próximo ao Museu da República.  A manifestação, regada a confusão, carros incendiados e bombas de gás lacrimongêneo, é contra a votação da PEC do teto dos gastos e as reformas no Ensino Médio, que ocorrem no Senado desde o início da tarde.


De acordo com a PM, o cabo não corre risco de morte e foi ferido perto do ombro. Durante o dia, ao menos três carros estacionados próximo à Catedral Metropolitana de Brasília foram incendiados. Há registros de veículos depredados também próximo ao Congresso Nacional e aos ministérios. Um grupo de manifestantes subiu no carro de som e tomou o microfone para incitar a população a agredir policiais com pedras. 

Leia também: 

Os manifestantes veem a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que pretende congelar os gastos públicos por 20 anos, como uma ameaça aos já afetados setores da saúde e da educação. O projeto será submetido nesta terça-feira à primeira das duas votações necessárias no Senado para ser aprovado.

Invasão

Além dos carros incendiados e depredados, parte do grupo invadiu o prédio do Ministério da Educação (MEC)m na Esplanada dos Ministérios. O edifício foi depredado por manifestantes encapuzados que subiram até o segundo andar, segundo informações da assessoria de imprensa do MEC. 

O prédio precisou ser esvaziado e, de acordo com a PM, o grupo teria feito uso, inclusive, de coquetéis molotov - arma química incendiária. 

Assista: 




Veja também: 

 







Isa Stacciarini
Correio Braziliense
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...