quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Presidência da Câmara vira QG da anistia ao caixa 2


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A sala da Presidência da Câmara virou o quartel-general dos líderes da Casa que tentam articular a aprovação de uma emenda para anistiar a prática do caixa 2.

Desde o início da noite desta quarta-feira (23), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu parlamentares de praticamente todos os partidos para conversar.


O entra e sai de deputados é constante. Com semblantes fechados, a resposta padrão é que eles não sabem o que vai acontecer.

Leia também:

Alguns líderes garantiam que o pacote anticorrupção seria votado no plenário ainda nesta madrugada, após ter passado pela comissão especial. No entanto, as discussões na comissão se alongaram e a sessão plenária foi encerrada. Na madrugada, Maia marcou nova sessão plenária para hoje (24) às 9:00. 

A ideia inicial era que a emenda para livrar os políticos que usaram recursos não declarados em campanhas eleitorais fosse assinada pelos líderes de todos os partidos, exceto da Rede e do PSOL. O PT, no entanto, rachou e não quer assinar o texto. Diante da dissidência, um deputado do PR poderia assumir sozinho a autoria da proposta.

Veja também: 





IstoÉ
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...