terça-feira, 15 de novembro de 2016

Suspeito de envolvimento no caso Celso Daniel, Carvalho não quer PF investigando obras da Odebrecht no Palácio da Alvorada


Imagem: Reprodução
O ex-ministro de Lula que chefiou a Secretaria Geral da Presidência durante o governo petista, Gilberto Carvalho, criticou a Polícia Federal pelas investigações da reforma que a Odebrecht realizou na piscina do Palácio da Alvorada em 2008. Para ele, investigar uma suspeita de crime é “irresponsabilidade”.


Os investigadores levantaram suspeitas após análises de e-mails trocados em 2008 pelo então presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, com outros executivos envolvidos no Petrolão.

Carvalho é um dos principais suspeitos de envolvimento na morte de Celso Daniel, o ex-prefeito de Santo André (SP) que era amigo próximo de Lula e de toda a alta cúpula do partido.

Leia também: 
Marcos Valério, que pagou sozinho pelo mensalão, finalmente vai delatar
Morte de 'Sombra' é décimo óbito muito estranho no caso Celso Daniel
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

UOL Cliques / Criteo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...