sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Advogado de Bruno se diz ‘fã’ de Marco Aurélio, ministro que mandou soltar o goleiro


Imagem Montagem Ilustrativa / Folha Política
Na expectativa da chegada do alvará de soltura do goleiro Bruno Fernandes, o advogado Lúcio Adolfo, que solicitou o recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF), revelou, nesta sexta-feira, ser “fã” do ministro Marco Aurélio Mello, que concedeu habeas corpus. O advogado de defesa aguarda, na entrada da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC), em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a chegada do documento para liberar o goleiro.


Segundo o advogado, por volta das 13 horas, o goleiro, preso desde 2010, já deverá estar em liberdade. “Assim que o documento chegar, o Bruno estará livre. Vou colocá-lo no carro e levá-lo para almoçar com a família”, diz Lúcio Adolfo, ressaltando que o ex-goleiro deverá passar os próximos 30 dias na capital mineira.

Questionado sobre a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que concedeu habeas corpus para soltar o ex-goleiro, o advogado de defesa disse que o ministro tomou uma decisão “sensata”. “Sou suspeito para falar. Até porque sou fã do ministro Marco Aurélio Mello”, afirmou.

MODELO SUMIU EM 2010

A modelo Eliza Samudio modelo desapareceu no dia 4 de junho de 2010, quando deixou um hotel no Rio e foi ao sítio do atleta, em Esmeraldas (MG). Três semanas depois, policiais foram ao imóvel, mas não encontraram a criança. A mulher de Bruno, Dayanne Rodrigues, negou a presença do bebê no sítio. No entanto, o funcionário Wemerson Marques, conhecido por Coxinha, confessou ter recebido a criança de Dayanne, tendo repassado a um terceiro. Este, por sua vez, deixou o bebê com uma mulher em Ribeirão das Neves (MG), onde ele foi encontrado no dia 26 de junho.

Dois dias depois, a polícia fez uma varredura no imóvel atrás de pistas sobre o desaparecimento de Eliza. Encontrou fraldas, roupas femininas e uma passagem aérea com nome ilegível. No carro de Bruno havia manchas de sangue no assoalho e no porta-malas, que a perícia comprovou serem de Eliza. Um par de óculos escuros e sandálias, encontrados no automóvel, foram reconhecidos por testemunhas como sendo da jovem. No dia 1º de julho, o jogador finalmente falou sobre o assunto e disse que estava preocupado com o desaparecimento da modelo.

Leia também: 
Vídeo impactante mostra lojas saqueadas em plena luz do dia no Espírito Santo; assista
Ministério Público pede bloqueio de R$ 3,8 bilhões de dono da Friboi
Presidência anuncia indicação de Alexandre de Moraes para o STF
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...