quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Temer escolhe o novo ministro da Justiça


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O presidente Michel Temer vai anunciar ainda hoje o novo ministro da Justiça: será o deputado gaúcho Osmar Serraglio, do PMDB do Paraná, que tem 68 anos e foi professor de Direito Administrativo da Universidade Paranaense em Umuarana (PR). No ano passado foi presidente da CCJ da Câmara e votou a favor do impeachment. Ficou conhecido nacionalmente como relator da CPI dos Correios, encerrada em 2006.


Leia também: 
Advogado cria app para coletar e conferir apoio a projetos de iniciativa popular

Temer pretende criar uma Secretaria Especial de Segurança Pública vinculada diretamente à Presidência da República e insistir com o seu amigo, o advogado António Cláudio Mariz de Oliveira, para assumir a função. Mariz está reticente, mas Temer alega que ele tem “alto espírito público” e acabará aceitando.

Com a nomeação de Serraglio, Temer satisfaz o PMDB e abre a porta para manter o Itamaraty com um tucano, após a saída do senador José Serra, anunciada na noite de quarta-feira. A própria cúpula do PSDB discute o novo chanceler. O presidente do partido, Aécio Neves, deve se encontrar ainda hoje com Serra para avaliar nomes de embaixadores e senadores tucanos aptos para a função.

Veja também: 




Eliane Cantanhêde
O Estado de S. Paulo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...