domingo, 26 de março de 2017

Grupos se manifestam em Belo Horizonte a favor da Lava Jato e contra a corrupção


Imagem: Henrique Stênio / TV Globo
Manifestantes fizeram ato na manhã deste domingo (26) na Praça da Liberdade, no bairro Funcionários, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com os organizadores, o protesto apoia a operação Lava Jato, defende a aprovação das dez medidas contra a corrupção (PL 4.850) sem adição de qualquer anistia ou retrocesso no relatório aprovado na comissão; pede o fim dos privilégios em geral (foro privilegiado, agentes públicos com supersalários, aposentadorias privilegiadas e regalias indevidas); da corrupção e exige a celeridade nos casos envolvendo políticos que estão no Supremo Tribunal Federal (STF).

A manifestação contou com um "bandeirão" do Brasil, faixas, gritos de ordem e carro de som. Segundo a organização do movimento, com a operação Lava Jato parte da classe política demonstra preocupação com os rumos e consequências das investigações e, por isso, tenta impedir os trabalhos da força-tarefa. De acordo com uma das coordenadoras do Vem pra Rua Minas, Kátia Pegos, o protesto também pede a punição dos políticos corruptos. O movimento ainda criticou o governador do estado, Fernando Pimentel. A assessoria de imprensa informou que ele não vai se pronunciar.

Leia também:

De acordo com o Vem Pra Rua Minas, quando o governo e os políticos agem apenas em interesse próprio, impedem o desenvolvimento do país. O movimento se diz a favor da democracia, da ética na política de um estado eficiente e desinchado, sendo contra qualquer tipo de violência e de extremismo como separatismo, intervenção militar e golpe de estado. A organização preferiu não divulgar o número de pessoas que participaram. A Polícia Militar também não fez a contagem. A maior parte dos manifestantes ocupou a alameda central da praça, em frente ao Palácio da Liberdade.

Em Minas Gerais, além de Belo Horizonte, havia previsão de protesto nas cidades de Divinópolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Passos, Pouso Alegre, Santo Antônio do Monte, Três Corações, Uberaba, Uberlândia, Ubá e Varginha.

Veja também: 

 



G1
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...