sábado, 4 de março de 2017

Militante petista será primeira multada segundo nova lei por pichar muro


Imagem: Reprodução / Facebook
Uma estudante de direito foi detida na madrugada deste sábado (4) após pichar um muro na Rua Santo Antônio, no centro.

Maira Machado Frota Pinheiro, de 26 anos, será a primeira pessoa enquadrada na lei antipichação do prefeito João Doria, cuja regulamentação foi publicada no mesmo dia em que ela acabou sendo pega pela Guarda Civil Metropolitana.


Leia também:
Preso há 2 anos, ex-governador do RN é condenado a mais 13 por peculato

Ela precisará pagar multa de pelo menos 5 000 reais, mas pode recorrer. Se reparar os danos ao bem atingido em até seis meses, a taxa é suspensa.

O caso foi encaminhado para o 8º Distrito Policial, no Brás, e está sendo apurado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Maira foi liberada após assinar um termo circunstanciado e irá responder na Justiça por crime ambiental.

Em 2016, tentou a sorte como vereadora pela chapa PT/PDT/PR/PROS. Como obteve apenas 1 294 votos, a petista não se elegeu. De acordo com suas redes sociais, é formada pela USP e estudou no Colégio Humboldt.

No Facebook, a estudante aparece em manifestações contra o presidente Michel Temer e a favor das causas das mulheres.

Pichação

O combate à pichação é uma das bandeiras da gestão do prefeito, o que gerou polêmica logo no início do ano, quando os muros da Avenida 23 de Maio foram pintados de cinza. No mês passado, Doria anunciou a instalação de 2 500 câmeras para vigilância, especialmente em monumentos da cidade.

Veja também: 




Sérgio Quintella
Veja SP
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...