sexta-feira, 24 de março de 2017

‘Nem Moro, nem Dallagnol, nem PF tem a honestidade que eu tenho’, diz Lula


Imagem: Edilson Dantas/ Ag. O Globo
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira que o juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol não tem a honestidade que ele tem. A declaração foi dada na abertura do seminário que o PT realizou em São Paulo com o tema “O que a Lava-Jato fez pelo Brasil”. Lula defendeu também a aprovação da lei de abuso de autoridade no Congresso.

— Nem o Moro, nem o Dallagnol, nem o delegado da Polícia Federal têm a lisura, a ética e a honestidade que eu tenho nestes 70 anos de vida — discursou Lula, no encerramento do evento.


Leia também: 
Secretaria pede recall de carnes de 3 frigoríficos do Paraná

Lula disse que os integrantes da força-tarefa fizeram “a coisa mais sem vergonha da história deste país”. O ex-presidente se queixou que, em março do ano passado, quando foi alvo de condução coercitiva, os agentes da a Polícia Federal filmaram a sua casa e entregaram as imagens para um veículo fazer um filme e que os ipads de seus netos foram apreendidos na ocasião e não foram devolvidos até hoje.

Em petição ao juiz Sérgio Moro, a defesa do ex-presidente pede que produtores do filme “Polícia Federal - a lei é para todos”, sobre a Operação Lava-Jato, não usem as imagens da PF.

No seminário, o ex-presidente reclamou ainda da atuação da força-tarefa.

— A Lava-Jato não precisa do crime. Primeiro, ela acha o criminoso e depois coloca o crime em cima do criminoso.

O evento, que foi marcado pelas críticas à Operação Lava-Jato, reuniu juristas, líderes de movimentos sociais e políticos da legenda e de outros partidos, como o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Veja também: 

 



Sérgio Roxo
O Globo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...