sábado, 25 de março de 2017

'Quebrar o poder das grandes organizações de mídia é infinitamente mais importante do que eleger ou derrubar presidentes', afirma Olavo de Carvalho


Imagem: Montagem / Folha Política
O filósofo Olavo de Carvalho fez um alerta sobre o poder das grandes organizações de mídia no mundo ocidental. Para Carvalho, o poder dessas organizações já ultrapassa o dos mandatários eleitos. E conclui: "Quebrar o poder das grandes organizações de mídia é INFINITAMENTE MAIS IMPORTANTE do que eleger ou derrubar presidentes".


Leia abaixo o alerta de Olavo de Carvalho: 

Está mais do que claro que, no novo modelo de governo implantado no mundo ocidental nas últimas décadas, os mandatários eleitos têm cada vez menos poder do que os funcionários de carreira (na administração pública e no Judiciário), as associações de bilionários e a indústria das comunicações de massa (mídia e show business). É um processo que vai muito mais fundo e é muito mais grave do que qualquer "revolução cultural". Já estamos num novo regime, em que o processo eleitoral tem função cosmética e nada mais.
Os movimentos que desejam exercer alguma influência positiva no curso das coisas têm de estudar muito profundamente as novas estruturas do poder e mudar COMPLETAMENTE a sua estratégia de ação ou condenar-se à total irrelevância. Digo isto sem a menor esperança de ser ouvido por aqueles mesmos cujo destino depende de compreenderem claramente o que estou dizendo.
Quebrar o poder das grandes organizações de mídia é INFINITAMENTE MAIS IMPORTANTE do que eleger ou derrubar presidentes. Nenhum dos chamados "movimentos populares" está pensando nisso.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...