quinta-feira, 2 de março de 2017

'Silêncio que envergonha', diz juiz William Douglas sobre ameaça de estupro contra Sheherazade ignorada pela OAB e pela grande mídia


Imagem: Montagem / Folha Política
A Comissão de Direitos Humanos da Seção São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil protocolou representação no Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) pedindo a desativação da página humorística de internet chamada "Editora Humanas". No entendimento da OAB, a página de humor veicularia "conteúdo de apologia à tortura e à violência, bem como de promoção do racismo e de campanha contra o feminismo".


O pedido de censura a uma página de humor chocou internautas. Entre as manifestações, internautas lembraram um episódio em que a jornalista Rachel Sheherazade foi ameaçada de estupro, inclusive por personagens conhecidos, e não houve qualquer manifestação da OAB. A jornalista é conhecida por suas opiniões, consideradas de "direita". 

Veja post da época: 



O juiz federal William Douglas notou a incoerência da OAB, que não se manifestou quando a vítima não era de esquerda, e afirmou: "Lamentável a omissão da OAB, imprensa, ativistas etc quando se faz apologia do estupro. Silêncio que envergonha".

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...