sábado, 22 de abril de 2017

'Acabou: Depoimento é pá de cal para Lula', afirmam jornalistas da VEJA


Imagem: Montagem / Folha Política
Nesta semana, o depoimento do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, conseguiu ofuscar até mesmo a proposta de delação premiada de Antonio Palocci. Os brasileiros assistiram ao empreiteiro revelar, taxativamente, que o tríplex do Guarujá e o sítio de Atibaia são de Lula, e que o ex-presidente ainda pediu ao antigo amigo para destruir provas que o incriminassem. Os jornalistas da revista Veja resumiram a situação de Lula ao fim da semana: "Não sobrou nada". 




Não sobrou nada. O fulminante depoimento do empreiteiro Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, ao juiz Sergio Moro destruiu o pouco, ou quase nada, que restava do capital moral do ex-retirante nordestino tornado metalúrgico mais tarde e, por fim, eleito duas vezes presidente da República. Na qualidade de amigo íntimo e cúmplice de Lula, além de mantenedor de sua família, Léo Pinheiro afirmou que, sim, o ex-presidente era proprietário oculto de um apartamento tríplex no Guarujá. E a mais grave das revelações: Lula pediu a Léo Pinheiro que destruísse provas dos pagamentos feitos em benefício dele: “Você tem algum registro de algum encontro de contas, de alguma coisa feita com o João Vaccari? Se tiver, destrua”. O depoimento de Léo Pinheiro foi a pá de cal em uma semana já extraordinariamente dramática para Lula.
Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...