sábado, 8 de abril de 2017

Caixa 2 em eleições é trapaça e um crime contra a democracia, diz Sérgio Moro


Imagem: Reprodução
O juiz federal Sérgio Moro, responsável por diversas decisões relativas à Operação Lava Jato em primeira instância, disse neste sábado (8), durante a Brazil Conference, na Universidade de Harvard, em Boston (EUA), que o uso de caixa 2 em eleições é um crime contra a democracia.

"Caixa 2 em eleições é trapaça, um crime contra a democracia", afirmou o magistrado ao elogiar a criminalização da prática nos termos propostos nas dez medidas contra a corrupção defendidas pelo MPF (Ministério Público Federal).

Leia também: 

Moro disse também que alguns processos lhe "causam espécie" ao tentar considerar o financiamento ilícito de campanhas eleitorais como um crime menos grave frente ao enriquecimento ilícito. Para o juiz, o primeiro crime pode ser até mais nocivo que o segundo.

O magistrado também criticou o tratamento dado no Congresso ao pacote anticorrupção defendido pelo MPF. Segundo Moro, "utilizaram duas ou três medidas mais controversas para desmerecer todo um projeto".

Não faço questão de ter foro, diz juiz

Entrevistado pelo também juiz federal Erik Navarro, Moro disse ser favorável à revisão do alcance do foro privilegiado, tanto para parlamentares, quanto para magistrados.

"Não vejo nenhum problema nisso. Eu não faço questão nenhuma de ter esse tipo de privilégio", afirmou. "Se for para suprimir dos parlamentares federais, acho justo que se suprima dos juízes federais."

Moro encerrou sua participação no evento em Harvard elogiando o que chamou de "passos sérios e significativos" dados pelo Brasil na consolidação da democracia no país, apesar da revelação de "fatos vergonhosos".

"O que nós não podemos é nos conformar com nossos vícios e nossos problemas", afirmou.

Veja também: 

 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...