quarta-feira, 5 de abril de 2017

'Desrespeito com a Justiça e com as instituições', diz deputado sobre declaração de Dilma


Imagem: Divulgação
Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a ex-presidente Dilma Rousseff defendeu Lula ao ser questionada se acredita que ele será preso. Dilma insinuou que seria “loucura” prender o ex-presidente, que é réu em cinco processos, três deles no âmbito da Lava Jato, e que prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro, no próximo mês, para se explicar sobre ligação com apartamento tríplex no Guarujá. O deputado federal Adérmis Marini ressaltou o desrespeito com o qual Dilma e seus aliados tratam a Justiça brasileira.

“É um desrespeito dela com as instituições. Se o Judiciário determina que seja aplicada uma penalidade, ela tem que ser cumprida. Então isso mostra o desrespeito, esse jeito que eles [petistas] têm colocado de que são intocáveis. Ninguém é intocável. Loucura é a dela em ter um posicionamento desse”, disse.

Leia também: 

Dilma Rousseff disse também que não quer ser candidata em 2018, mas assegurou que vai passar “o tempo todo lutando” caso a Justiça eleitoral a torne inelegível. Para Adérmis Marini, após o mandato desastroso exercido pela petista, não há condições para que ela volte a ocupar cargos políticos no país.

“Se o povo achar que ela merece ser eleita, temos que respeitar, até porque eu defendo as instituições. Mas eu torço para que não ocorra, até porque o mandato dela foi desastroso para o Brasil. Isso sim seria uma grande loucura, eleger Dilma Rousseff”, declarou.

Veja também: 


 



Site do PSDB
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...