quarta-feira, 12 de abril de 2017

Fachin envia à 1ª instância seis pedidos de investigação contra Lula


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, relator da Lava-Jato, encaminhou para a primeira instância seis pedidos de abertura de inquérito contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre as irregularidades atribuídas ao petista estão as obras no sítio em Atibaia (SP), negócios em Angola, uma mesada para seu irmão e uma medida provisória para afastar o Ministério Público dos acordos de leniência com empresas investigadas na Lava-Jato.


Sete delatores da Odebrecht, incluindo Emílio e Marcelo, disseram ao Ministério Público Federal que a empresa pagou despesas do ex-presidente. Além das reformas no sítio usado por Lula em Atibaia, a Odebrecht diz ter comprado imóveis para a instalação do Instituto Lula e feito pagamentos generosos por palestras do ex-presidente.

Em outra petição, seis delatores narram com detalhes, segundo Fachin, todo o processo que envolveu a criação da petroquímica Braskem e a relação da empresa com o governo petista. Essa peça também cita a ex-presidente Dilma Rousseff (PT)e os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci.

Outro pedido de investigação contra Lula trata da Medida Provisória 703, de 2015, que tentou facilitar o caminho das empreiteiras na obtenção de acordos de leniência com a Controladoria-Geral da União (CGU). O acordo seria facilitado por meio da “exclusão” do Ministério Público das negociações com as empresas. Lula teria atuado ao lado do então ministro da Casa Civil Jaques Wagner para aprovar a MP.

Fachin também remeteu um pedido de investigação sobre o pagamento de mesada, pela Odebrecht, ao irmão de Lula, conhecido como Frei Chico.

As atividades da Odebrecht em Angola também geraram um pedido de investigação remetido à primeira instância. Lula teria usado sua influência para favorecer negócios da empreiteira no país africano.

Leia também:
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...