sexta-feira, 19 de maio de 2017

Escritório americano anuncia processo contra JBS


Imagem: André Coelho / Agência O Globo
Um escritório americano de advocacia especializado em direito de investidores anunciou que vai abrir um processo coletivo contra a JBS. Em nota a possíveis clientes, a banca cita a delação do controlador da empresa, Joesley Batista, que gravou o presidente Michel Temer em uma conversa sobre suborno e obstrução de Justiça, como um ato de que a JBS pode ter “divulgado informações corporativas enganosas ao público investidor”.




“Com isso, as ações da JBS caíram acentuadamente durante a negociação Intraday em 18 de maio de 2017”, afirmou o escritório, que cita ainda a Operação Carne Fraca da Polícia Federal, deflagrada no dia 17 de março para investigar subornos que permitiam a venda de carne adulterada no Brasil e no exterior, além da investigação que a empresa passa por supostas relações irregulares com o BNDES.

Desde o dia em que O GLOBO noticiou a delação premiada de Joesley, na noite de quarta-feira, as ações da companhia perderam 8,3% de seu valor na Bolsa de Valores de São Paulo. Na comparação com o dia anterior à Operação Carne Fraca, contudo, a desvalorização é muito maior: 27,3%, ou seja, passou de R$ 11,99 por ação para R$ 8,71 no fechamento desta sexta-feira.

O escritório de advocacia já havia anunciado um processo somente por causa da Carne Fraca. Procurado pelo GLOBO, os advogados não retornaram para informar se agora seria um novo processo ou se esta denúncia seria somada à ação já existente. Não há prazos para julgamentos deste tipo de caso. A JBS informou, após a delação de Joesley, que também pretende firmar um acordo de clemência com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Leia também: 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...