terça-feira, 2 de maio de 2017

'IBOPE, Datafolha e outros fraudam as pesquisas para legitimar os resultados das urnas adulteradas', afirma Levy Fidelix


Imagem: Montagem Ilustrativa / Folha Política
A divulgação de uma pesquisa Datafolha que mostra o ex-presidente Lula como virtual vencedor da disputa pela presidência da República está causando muita polêmica. A pesquisa foi realizada mais de um ano antes das eleições e divulgada poucos dias antes da data marcada para o depoimento do ex-presidente ao juiz Sérgio Moro. 

O presidente do PRTB, Levy Fidelix, questiona a validade das pesquisas em geral. Para Fidelix, os grandes institutos como Ibope e Datafolha realizam pesquisas "fajutas", ao analisar frações muito pequenas da população. Fidelix diz: "Os institutos não consideram as pessoas que não vão votar. Quando chegam as eleições, há as pessoas que viajam, que decidem não votar... pode ser até 30%, e a pesquisa não mostra isso". Veja o vídeo:




As pesquisas também não captam as variações psicológicas dos eleitores que mudam de ideia ou desistem de votar: "Votar é também uma questão psicológica. Senhores ibopes e senhores Datafolha, vocês tem que fazer pesquisas com no mínimo 1% do eleitorado. Mas vocês não querem gastar dinheiro!".

O presidente do PRTB também questiona os clientes que encomendam as pesquisas: "Quem paga são os interessados diretos". Por isso, acredita que as pesquisas são fajutas, feitas "para calibrar os resultados das urnas fraudadas da Smartmatic".

Fidelix acredita que a fiscalização das pesquisas teria que ser muito mais restrita, considerando a metodologia e exigindo amostras maiores: "Tem que acabar com esse negócio, a Justiça Eleitoral não pode ficar protegendo os institutos de pesquisa. As pesquisas induzem o eleitor, fazem parecer que estamos em uma corrida de cavalos paraguaios". 

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...