quarta-feira, 17 de maio de 2017

'Peço ao Ministro Fachin que divulgue os áudios e que a Ministra Carmen Lúcia se prepare para assumir a Presidência', diz Janaína Paschoal


Imagem:  Reprodução / Redes Sociais
A jurista Janaína Paschoal comentou a denúncia de que o presidente Michel Temer foi gravado autorizando o pagamento de propina ao ex-deputado Eduardo Cunha em troca de seu silêncio. Para Janaína Paschoal,  embora possa ser caso de impeachment, uma saída mais rápida seria o Procurador-Geral da República apresentar denúncia ao STF, que, então, afastaria o presidente do cargo. 




Leia abaixo as considerações de Janaína Paschoal: 

Muito graves as notícias, se os diálogos se confirmarem, o Pres. Temer e o Sen. Aécio não têm condições de permanecer em seus cargos.
Independentemente do que venha a aparecer, nosso país é forte e sairá dessa situação mais forte!
Se os crimes de Temer e Aécio se confirmarem, os crimes de Dilma e Lula não ficam menores. Digo desde o início: caia quem tiver que cair.
Em caso de crime comum, a depender do que já há, o PGR denuncia, o STF recebe a denúncia e afasta o presidente.
Não é necessário pedir impeachment, muito embora caiba, se as gravações se confirmarem.
Penso que o STF deveria, imediatamente, divulgar os áudios. O povo tem direito a conhecer o conteúdo das gravações.
A situação do Sen. Aécio é mais grave. Pelos áudios, para se defender nos 5 inquéritos, ele teria pedido dinheiro para pagar o advogado!
Peço ao Ministro Fachin que divulgue os áudios e que a Ministra Carmen Lúcia se prepare para assumir a Presidência.

Leia também:
Senador Ronaldo Caiado pede a renúncia de Temer

Veja também: 





Luciana Camargo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...