quinta-feira, 25 de maio de 2017

Sede do PT é incendiada em ataque com coquetéis molotov em Curitiba


Imagem: Reprodução
Duas pessoas encapuzadas atiraram duas bombas de coquetéis molotov na sede do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores do Paraná (PT-PR), no bairro São Francisco, em Curitiba, na madrugada desta quinta-feira (25).





Assista: 


Conforme imagens de câmeras de segurança, por volta das 4h20, os indivíduos passaram em frente à sede do partido e, em seguida, atiraram as garrafas com líquido inflamável e pavio aceso. O objeto consiste em garrafas de vinho cheias de líquido inflamável e pavio de palha de aço presa com fita crepe.

Uma das garrafas atingiu a parede pelo lado de fora e explodiu. O fogo se espalhou pela fachada, mas apagou sozinho.

A segunda garrafa rompeu o vidro e entrou em uma das salas do edifício. A garrafa não quebrou e o pavio apagou sozinho.

Leia também:  
Aliado de Temer entrega os R$ 35 mil que 'sumiram' da mala de propina
Governo irá cobrar dos 'movimentos sociais' a reparação dos danos causados aos ministérios, diz ministro

O presidente do partido no Estado, Doutor Rosinha, registrou boletim de ocorrência e visitou o secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, na manhã desta quinta-feira, para pedir rigor na investigação.

“É muito grave essa tentativa de incêndio na sede de um partido, que não é a primeira. Fico muito indignado com a intolerância, como tem pessoas que não toleram pensamento distinto do dele, uma ideologia diferente. Numa madrugada, se queimar a sede do PT nós lamentamos enquanto patrimônio, mas os vizinhos poderiam ser vítimas de uma catástrofe se o fogo atingisse a residência”, afirmou Rosinha.

Esse é quarto atentado contra o PT-PR e funcionários da sede desde março do ano passado.

Imagens de câmeras de monitoramento foram disponibilizadas às autoridades policiais e à imprensa.

Outros ataques

A Secretária de Organização do PT, Zuleide Macari, afirmou que no início do ano um grupo de aproximadamente oito pessoas tentou invadir a sede do partido, mas foram impedidos por ação policial.

No início de abril, próximo ao impeachment houve outro atentado. “Eles tentaram colocar fogo na nossa sede, da mesma forma que aconteceu agora. Os coquetéis bateram nas paredes e ficaram para fora. Foram duas garrafas também”, contou.

No final de agosto do último ano, duas funcionárias foram vítimas de um assalto armado dentro da sede, ainda segundo Zuleide. “No momento consideramos um assalto, mas com essa divergência de ideias que está acontecendo em todo o país, acho que era mais uma continuidade do que viria”.

A secretária informou que seguranças foram contratados após os ataques. “Chegamos a ter segurança por cerca de 90 dias, 24 horas por dia. Durante a vinda do Lula em Curitiba também colocamos segurança no partido, por três dias, mas ontem eu não me preocupei com isso. Achei que não sofreríamos atentado”, explicou.


Veja também: 




Narley Resende e Andreza Rossini
Paraná Portal
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...