sábado, 20 de maio de 2017

Temer faz novo pronunciamento e pede suspensão do inquérito


Imagem: Reprodução. 
O presidente Michel Temer fez um novo pronunciamento sobre a gravação feita por Joesley Batista. Temer citou reportagens que afirmam que peritos garantem que a gravação foi editada. O presidente afirmou que está entrando com uma petição no STF para suspender o inquérito até que seja verificada a autenticidade da gravação. "O autor do grampo está livre e solto, passeando pelas ruas de Nova York", e o Brasil vive dias de incerteza. "Ele não passou nenhum dia na cadeia, não foi julgado, não foi punido". 



Temer enfatizou que a JBS lucrou com o próprio escândalo. "Esse senhor prejudicou o Brasil, enganou os brasileiros, e agora mora nos Estados Unidos". Temer apontou ainda "incoerências entre o áudio e o depoimento". Para o presidente, Joesley estava insatisfeito com seu governo.  Temer afirmou que o Cade não atendeu ao pedido de Joesley, e o BNDES mudou sob seu governo. "Estamos acabando com os velhos tempos das facilidades dos oportunistas. Há quem queira me tirar do governo para voltar aos tempos em que faziam tudo o que queriam sem prestar contas a ninguém". 

"Não há crime em ouvir reclamações e me livrar do interlocutor indicando outra pessoa para ouvir suas lamúrias". Temer afirma que o empresário Joesley Batista é um "fanfarrão", e por isso mesmo  não lhe deu ouvidos. 

Temer concluiu: "Digo com toda a segurança: o Brasil não sairá dos trilhos". 

Leia também: 
‘Muito deselegante’, diz delator sobre Temer ter ‘guardado no bolso’ R$ 1 milhão
Escritório americano anuncia processo contra JBS
Veja também: 





Luciana Camargo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...