quinta-feira, 29 de junho de 2017

Lewandowski suspende eleição direta no Amazonas


Imagem: André Dusek / Estadão
O ministro do STF, Ricardo Lewandowski, concedeu liminar para suspender a eleição direta no Amazonas. Inicialmente ele havia decidido que a escolha do novo governador e vice seria feita por eleição indireta, mas a Coluna do Estadão apurou que o ministro mudou de posição e manteve apenas a suspensão da eleição até o julgamento dos embargos.



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o mandato de José Melo (PROS), e de seu vice, José Henrique de Oliveira, por compra de votos nas eleições de 2014. Por maioria de votos (5 a 2), os ministros entenderam que José Melo tinha, pelo menos, conhecimento da compra de votos realizada por Nair Queiroz Blair dentro do próprio comitê de campanha do candidato, no dia 24 de outubro de 2014. A empresa de Nair era contratada pelo governo estadual por R$ 1 milhão.

Na ocasião, o TSE determinou a comunicação imediata ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) para que sejam realizadas novas eleições diretas para os cargos.

O candidato mais forte na disputa pelo governo numa eleição direta é o do senador Eduardo Braga (PMDB-AM).

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...