quarta-feira, 28 de junho de 2017

Renan se antecipa à destituição e entrega cargo de líder do PMDB


Imagem: Evaristo Sá / AFP
Rendido pela maioria dos senadores peemedebistas que não o quer mais usando a liderança do PMDB para proveito pessoal, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) apressou-se em decidir pela entrega do cargo de líder do partido do presidente Michel Temer, no Senado. Mas também precisa entregar os cargos que indicou e mantém no governo que tanto critica.


A decisão de Renan evita um vexame, porque acontece no momento em que o senador Romero Jucá (PMDB-RR) obteve apoio para impedir que Renan siga fazendo oposição agressiva ao governo e às suas propostas. A destituição de Renan tem o apoio de Michel Temer.

Leia também: 

Ameaçado pela forte rejeição do eleitorado alagoano, que indicou em pesquisas recentes que não o reelegeria, Renan seguia na liderança fazendo o discurso útil à sua tentativa de levantar-se, perante a impopularidade em seu reduto eleitoral.

Na sessão de terça-feira (27), Renan e Jucá voltaram a trocar farpas públicas , após discurso agressivo de Renan reprovando reforma trabalhista e desqualificando o governo de Michel Temer. Jucá reagiu em defesa do governo e propôs substitui-lo por Garibaldi Alves (RN), na liderança do PMDB no Senado.

Veja também: 





Davi Soares
Diário do Poder
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...