quinta-feira, 8 de junho de 2017

Rosa Weber 'esmaga' ministros que tentam excluir provas produzidas no processo


Imagem: Reprodução / TV Justiça
A ministra Rosa Weber iniciou uma participação no processo citando Gilberto Gil na voz de Elis Regina e dizendo: "vou fazer a louvação do que deve ser louvado". Louvou, em seguida, o trabalho do relator, que considerou um trabalho brilhante e "hercúleo", dos procuradores e do procurador eleitoral Nicolau Dino, além da "esperança da gente na vida para ser melhor". Significativamente, a música citada por Rosa Weber continua: "louvando quem bem merece, deixo o que é ruim de lado". Em seguida, Rosa Weber esclareceu que as provas não podem ser julgadas em preliminar, e devem ser avaliadas no processo, até mesmo para serem excluídas. 



Acompanhe o julgamento:


Leia também: 

Veja também: 

 


Luciana Camargo
Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...