terça-feira, 6 de junho de 2017

Temer diz que tem maioria para vencer no TSE


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Às vésperas do julgamento sobre as ilegalidades atribuídas à campanha vitoriosa na disputa presidencial de 2014, Michel Temer soou otimista. Reafirmou a aliados que dispõe de maioria para prevalecer no plenário do Tribunal Superior Eleitoral. Pelas contas do presidente, pelo menos quatro dos sete ministros do TSE seriam contrários à cassação do seu mandato.


Em privado, Temer se diz tão confiante que gostaria de liquidar a encrenca nesta semana, sem nenhum pedido de vista protelatório. Um aliado do presidente no Congresso contou ao blog que ele confidenciou estar mais preocupado com a Procuradoria-Geral da República e com o Supremo Tribunal Federal. Dá de barato que o procurador-geral Rodrigo Janot irá denunciá-lo no caso da delação da JBS, submetido à relatoria do ministro Edson Fachin. Ironicamente, Temer falou sobre o TSE no diálogo tóxico que o transformou em protagonista de inquérito no STF.

“No TSE, como é que tá?”, indagou o delator Joesley Batista, que gravou Temer sem que ele soubesse, na noite de 7 de março. O presidente respondeu que a coisa estava “bem”. Tachou o processo de “um negócio meio maluco.” E enumerou as razões para a preservação do seu mandato. Entre elas a “consciência política” dos ministros da Corte Eleitoral, que os levaria a refletir: “Porra, mais um presidente!”.

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...