sábado, 8 de julho de 2017

Álvaro Dias ataca Temer: 'É um desgoverno. Vemos que é um presidente sem qualquer credibilidade'


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) esteve em São Luís nesta sexta-feira (07), onde ficará por mais alguns dias para lançamento do partido Podemos, anteriormente denominado Partido Trabalhista Nacional (PTN), no Maranhão.


Em entrevista à TV Difusora, o senador comentou sobre a Operação Lava-Jato e o momento político vivido no Brasil depois que o presidente Michel Temer assumiu a chefia do Executivo.

Leia também:
Sogro de filha de Fachin é chefe em empresa da família Batista



PRESIDÊNCIA

Pré-candidato à presidência da República, o senador Álvaro Dias, ex-tucano, está fazendo articulações para ter como candidato ao Senado em  sua chapa o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. A informação é do blog do jornalista Reinaldo Azevedo.

O presidenciável diz que quer, em seu projeto de governo, integrar os estados e promover reformas. “Reforma na educação, na política, em tudo aquilo que deixa o brasileiro insatisfeito”, garantiu.

Álvaro salientou que a Operação Lava Jato mostrou o que muitos já sabiam: a face suja da política, que atinge a todas as esferas de governo. “É por essa razão que temos um projeto de nação, diferente de um simples projeto de governo, pois queremos uma gestão transparente, parceira de quem nos eleger”.

Em relação ao governo Temer, Dias classifica a gestão do atual  presidente como um desgoverno. “Vemos que é um presidente sem qualquer credibilidade. Nunca na história do Brasil tivemos um presidente da República denunciado pelo procurador-geral e, ainda assim, ele não renuncia”, comentou. “O que percebo que é Michel Temer está mais preocupado em manter seu mandato do que governar para o povo”, finalizou.

Com uma bancada federal de 14 deputados e dois senadores, o Podemos prepara candidaturas majoritárias para disputar as eleições de 2018 em todo o país. No Maranhão, o partido segue com a presidência da ex-deputada Maura Jorge.

NOVO PARTIDO

O senador afirmou que a criação do Podemos tem o objetivo de se distanciar do que ele classificou como um “momento nefasto” na política nacional. “Queremos, com esse partido, criar uma distância das políticas e mesmices lamacentas já conhecidas no cenário brasileiro”, destacou. “Queremos ouvir a população e trazer mais do que um projeto de governo, um projeto de nação”, disse.

Para Álvaro Dias, é impossível realizar políticas em regiões cuja população não foi ouvida. “Se vamos mexer no Nordeste, temos que ouvir o Nordeste. É essa a nossa preocupação, fazer com que os clamores populares cheguem ao poder público”, salientou.

Finalizando, o presidenciável reforçou o objetivo do partido de fazer um novo momento político. “Temos que passar o país a limpo, arrancá-lo das mãos da corrupção. Nós podemos e vamos mudar o Brasil para melhor”.

Veja também: 

 
 


MA10

Editado por Folha Política 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...