quinta-feira, 20 de julho de 2017

Ato em favor de Lula ocupa apenas um quarteirão da avenida Paulista


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Os atos convocados pelo PT e pelas centrais sindicais após a condenação de Lula a nove anos e meio de prisão não atraíram muitos militantes. Em São Paulo, a maior manifestação, com a presença de Lula, Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias, os militantes só encheram um quarteirão. 

Receba, gratuitamente, vídeos diários com a melhor cobertura da política nacional! Acesse e inscreva-se com apenas um clique!


Leia também: 
Dallagnol diz que penas aplicadas por Moro ‘são brandas’
Governo confirma alta de imposto sobre combustível e corte de R$ 5,9 bi no Orçamento
'Lula precisa ensinar essa mágica para os pobres que diz tanto defender', diz Caiado sobre milhões do ex-presidente


Veja como foram as manifestações em outras cidades, segundo o G1:

Amapá

Em Macapá, manifestantes se reuniram na Praça Veiga Cabral, no centro da cidade, em protesto contra a condenação do ex-presidente Lula e contra as reformas do governo de Michel Temer. A CUT informou o número de 500 participantes. Não havia presença da polícia.

Bahia

Em Salvador, um grupo de manifestantes saiu em passeata por volta das 16h15 desta quinta (20). Segundo a organização, 5 mil pessoas participam do ato. A Polícia Militar disse que não divulgará a quantidade de pessoas que participam da manifestação.

Pernambuco

No Recife, o protesto começou às 9h30 e terminou às 12h30. Manifestantes fecharam a Rua Princesa Isabel por mais de uma hora em ato contra a condenação do ex-presidente Lula (PT) e contra as medidas aprovadas pelo governo Michel Temer (PMDB). De acordo com a CUT, 2 mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar em Pernambuco não informou o número de pessoas no local.

Minas Gerais

Em Belo Horizonte, um grupo se reuniu na Praça Afonso Arinos, no Centro da capital. Eles também se manifestavam contra o presidente Michel Temer (PMDB) e pediam eleições diretas para presidente. De acordo com a Polícia Militar, 200 pessoas participaram do protesto. Os organizadores não divulgaram número.

Rio Grande do Sul

Em Porto Alegre, manifestantes se reuniram na Esquina Democrática, no Centro da cidade. Segundo os organizadores, cerca de 1 mil pessoas estavam no local. A Brigada Militar estima em 100 participantes.

Veja também:  







Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...