quinta-feira, 20 de julho de 2017

Dallagnol diz que penas aplicadas por Moro ‘são brandas’


Imagem: Theo Marques / Estadão
O coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, afirmou nesta quinta-feira, 20, que o juiz federal Sérgio Moro tem aplicado ‘penas brandas para a gravidade dos fatos que estão sob consideração’. O procurador da República deu palestra na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará. As informações são do portal G1.


No dia 12, Moro condenou o ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupão passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex.

Leia também: 
Governo confirma alta de imposto sobre combustível e corte de R$ 5,9 bi no Orçamento



“O Ministério Público Federal pede a adequação da sentença que condenou o ex-presidente Lula e outras pessoas que foram condenados com ele”, declarou Deltan. “Os pontos que nós recorreremos estão em análise, estão em estudo. Mas entre eles seguramente estará a ampliação das penas. O que nós vimos em vários casos é que o Tribunal tem sistematicamente ampliado as penas aplicadas pelo juiz Sérgio Moro. As penas do juiz Sérgio Moro têm sido brandas para a gravidade dos fatos que estão sobre consideração”, afirmou.

O coordenador da força-tarefa também voltou a afirmar que vai recorrer da condenação do ex-presidente Lula.

O juiz federal da Lava Jato assistiu apenas cinco das 40 condenações que decretou na Operação Lava Jato – contra as quais foram movidos recursos – serem completamente revertidas em absolvições pela 8.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Corte responsável por julgar sentenças da Justiça Federal do Paraná.

O colegiado também reverteu quatro absolvições de Moro para condenações. O juiz da Lava Jato ainda teve 16 penas reiteradas e aumentadas e 8 diminuídas pelo órgão recursal. Em um dos casos, a sentença foi parcialmente mantida.

Veja também:  









O Estado de S. Paulo
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...