sábado, 8 de julho de 2017

Liderança do PT na Câmara gasta mais que 5 siglas juntas


Imagem:  Gustavo Lima / Câmara dos Deputados
Além de dar suporte financeiro aos gabinetes dos deputados, a Câmara também desembolsa recursos públicos para custear gastos das chamadas “lideranças” dos partidos, que funcionam como um espaço de apoio às bancadas, com assessoria técnica e de imprensa e sala para as reuniões dos parlamentares. Muitos partidos optam por não pendurar gastos nesses gabinetes de apoio já que cada parlamentar tem sua própria cota (antiga verba indenizatória). Não é o caso do PT. Só no primeiro semestre deste ano, a “Liderança do PT” já desembolsou 123.486 reais. Desde o início do mandato dos parlamentares, foram 670.541 reais. O dinheiro é usado para pagar lanchonetes e restaurantes, passagens aéreas de servidores e do líder, criação de sites, revistas, locação de carro e até fretar um jatinho para os deputados acompanharem um ato político com o ex-presidente Lula.



A gastança petista fica mais evidente se  com outras bancadas — as poucas que usam esse tipo de verba. O PSDB pagou 45.300 reais neste ano; o PDT, 39.600 reais, o Pros, 14.200 reais; o Solidariedade, 12.000 reais; e o nanico PTN, 11.000 reais. A soma dos valores dessas cinco bancadas equivale ao que os petistas gastaram neste semestre.

Leia também:
'Só no Brasil um condenado incita à baderna nas ruas', diz Janaína Paschoal sobre Dirceu
‘Nós vamos retomar o governo do Brasil’, diz José Dirceu em áudio
Cúpula do PSDB e deputados se opõem em relação à denúncia contra Temer
Janot pede depoimento e prestação de contas de Serra em 2010
Por apoio do PSDB, Temer busca FHC como última cartada
Geddel cobrou propina para liberar R$ 2,7 bilhões da Caixa para Joesley comprar Alpargatas, diz delator
Petistas admitem abrir mão de disputar o governo de SP
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...