quinta-feira, 13 de julho de 2017

Lula e Marisa registraram o triplex no imposto de renda por seis anos


Imagem: Reprodução
Na sentença em que condena o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 71 anos, a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, o juiz Sérgio Moro afirma que Lula reconheceu que declarou a aquisição do apartamento no imposto de renda.



O juiz ressalta que Lula apresentava declaração de rendimentos conjunta com Marisa e nas declarações de 2010 a 2015, anos calendários 2009 a 2014, "consta a declaração da titularidade de direitos sobre a unidade habitacional nº 141, Edifício Navia, Residencial Mar Cantábrico, no valor de R$ 179.298,96, sem qualquer alteração de valor no período. Apenas na declaração de 2016, ano calendário 2015, consta alteração quanto ao apartamento, sendo informado que teria havido desistência e requerimento de devolução dos valores pagos em novembro de 2015 junto à BANCOOP, sem efetiva devolução".

Leia também: 
Na sentença do tríplex, sítio de Atibaia é citado 46 vezes
Câmara marca para 2 de agosto votação em plenário de denúncia contra Temer
Presidente do Conselho de Ética deixa denúncia contra senadoras para agosto
Veja como votou cada deputado da CCJ na rejeição da denúncia contra Temer

Moro destaca que Marisa Letícia Lula da Silva assinou o "Termo de declaração, compromisso e requerimento de demissão do quadro de sócios da Bancoop", em  2013. No mesmo documento, consta trecho preenchido pela BANCOOP informando que a "demissão" teria sido acatada em 2015. O juiz destaca que as datas constantes nos documentos podem ser fraudulentas, pois conferem com o álibi apresentado pela defesa de que só teria havido desistência da aquisição em 2014.

Em seu depoimento ao juiz, Lula disse não se recordar o montante pago pelo apartamento comprado em 2005, reconheceu que declarou sua aquisição no imposto de renda, e negou que ele e sua esposa tenham realizado qualquer opção para aquisição formal do apartamento ou desistência após a transferência do empreendimento da BANCOOP para a OAS Empreendimentos.



Veja também: 
 

Bocão News
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...