sexta-feira, 28 de julho de 2017

Medida Provisória da demissão voluntária para servidores federais é publicada


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (27/7) traz publicada a Medida Provisória 792/2017, que institui Programa de Desligamento Voluntário (PDV) no âmbito do Poder Executivo federal. O texto foi assinado ontem pelo presidente Michel Temer. 



Conforme o Broadcast antecipou, o governo vai oferecer como incentivo financeiro e indenização ao servidor que aderir ao programa 1,25 da remuneração mensal por ano efetivo de trabalho na administração pública. Esses valores serão isentos de recolhimento de imposto de renda e de contribuição ao regime próprio de Previdência e ao regime de previdência complementar.

Leia também: 
Odebrecht 'contratou' sobrinho de Lula para 'agradar' ao ex-presidente, dizem delatores
'Eu não tenho que explicar nada; não depositei na Suíça', diz Lula
Magno Malta humilha Lula após petistas o compararem a Jesus: 'Jesus não era bêbado, não era ladrão'. veja vídeo
Álvaro Dias destroça Temer e pede ajuda da população para campanha: 'Mais impostos, NÃO! Menos gastos governamentais, SIM!'
Alexandre Frota humilha Gleisi Hoffmann: 'Medíocre, propineira, quadrilheira, safada!'; veja vídeo
'Sob a égide de Temer, Lula e Cunha, Congresso tenta favorecer a corrupção. Vivemos a República dos Sem-Vergonha', denuncia jornalista
Falta de dinheiro deve afetar operações da PF, diz ministro

A MP também cria outros dois tipos de incentivo ao funcionalismo: a jornada de trabalho reduzida com remuneração proporcional e a licença sem remuneração.

As medidas integram uma ação do governo para tentar reduzir os gastos com pessoal e encargos sociais, que devem chegar a R$ 284,47 bilhões neste ano, segundo estimativa divulgada no relatório de avaliação de receitas e despesas do terceiro bimestre. Trata-se do segundo maior gasto do governo, depois dos benefícios previdenciários (R$ 559,77 bilhões neste ano). Os incentivos serão oferecidos a servidores da administração pública federal direta, autárquica e fundacional.


Veja também:




Correio Braziliense
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...