terça-feira, 11 de julho de 2017

Procuradoria do Peru pede prisão preventiva do ex-presidente por escândalo da Odebrecht


Imagem: RPP
A procuradoria do Peru pediu nesta terça-feira, 11, a prisão preventiva do ex-presidente Ollanta Humala, que governou o país de 2011 a 2016, e da mulher dele, Nadine Heredia, pelo supostos crimes de lavagem de dinheiro e associação ilícita no caso da Odebrecht.


O procurador Germán Juárez afirmou que apresentou o pedido ao juiz Richard Concepción, que decidirá se aceita ou não o pedido para que o casal seja preso por 18 meses. Ele usou informações da delação premiada do empresário brasileiro Marcelo Odebrecht, que afirmou ter enviado US$ 3 milhões para Humala na campanha presidencial de 2011, como base para o pedido.

De acordo com as leis peruanas, o juiz Concepción - que já ordenou a prisão preventiva do ex-presidente Alejandro Toledo pelo suposto recebimento de suborno da Odebrecht - tem até a quinta-feira para realizar uma audiência pública.

Leia também:
Marqueteiro de Lula e Dilma rejeita recurso e pede para começar cumprimento da pena

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...