terça-feira, 25 de julho de 2017

TRE de São Paulo firma convênio para garantir voto a presos provisórios e menores infratores


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Ao mesmo tempo em que busca adiar a implantação do voto impresso com a alegação de falta de verbas, a Justiça Eleitoral se esforça para garantir o direito do voto a presos provisórios e menores infratores. Na segunda-feira (24), às 17h, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desembargador Mário Devienne Ferraz, e o procurador-geral de Justiça do Estado, Gianpaolo Poggio Smanio, assinaram termo de cooperação técnica para a criação de seções eleitorais especiais a fim de que presos provisórios e adolescentes internados possam votar nas próximas eleições. 



Segundo o presidente do TRE-SP, “é uma honra contar com a ajuda do Ministério Público para permitir que presos provisórios e menores infratores participem do processo democrático. Estamos engajados nesse projeto que é de inclusão social”.

Por sua vez, o procurador afirmou estar “orgulhoso de firmar esse compromisso com o maior Tribunal eleitoral do País, e que o Ministério Público sempre estará à disposição para contribuir com ações como essa”.

Leia também: 
Lula confessa encontro com dono da Rede Globo na casa de Palocci; assista
Ao recorrer da sentença que absolveu mulher de Sérgio Cabral, MPF critica 'timidez' de Moro
Juiz do DF manda suspender decreto que aumentou tributos sobre combustíveis
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...