quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Câmara adia votação da PEC da reforma política


Imagem: Reprodução / TV Câmara
A Câmara dos Deputados iniciou nesta quarta-feira (16) a discussão sobre a proposta de reforma política, mas, uma hora e 20 minutos depois, a sessão foi encerrada e a votação, adiada. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), havia o risco de não ter quórum suficiente para aprovar as medidas e, por isso, ele decidiu adiar a votação para a próxima terça (22).



Por se tratar de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), a reforma política precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara em dois turnos e ter o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados para, então, seguir para o Senado, onde também será submetida a duas votações.

Para as novas regras passarem a valer já nas eleições de 2018, precisam ser aprovadas pelo Congresso Nacional até 7 de outubro. Por isso, o Congresso corre contra o tempo.

Leia também: 
Relator recua e retira doação oculta do texto da reforma política
Marco Aurélio quer pôr na pauta do STF debate de prisão 2ª em instância
Caravana de Lula no Nordeste já enfrenta percalços antes de começar
Magno Malta detona fundo bilionário para financiar campanhas; assista
EUA pedem que países latinos, inclusive Brasil, rompam com Coreia do Norte

Veja também: 




G1
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...