sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Carros blindados que transportavam propina serão usados pela polícia


O juiz Marcelo Bretas atendeu o  pedido da Polícia
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Responsável pela Lava-Jato na primeira instância do Rio, o juiz Marcelo Bretas determinou que os veículos blindados apreendidos pela operação sejam destinados à polícia do estado.



A ordem foi dada após pedido feito pelo delegado da Polícia Civil Vinícius Ferreira Domingos, da Divisão de Combate às Drogas.

Segundo Domingos, 46 veículos da empresa Trans-Expert Vigilância e Transporte de Valores encontram-se abandonados num galpão do Santo Cristo, no Centro do Rio.

Leia também: 
Documentos juntados a processo contra Lula mostram intensa relação com a Odebrecht
Desiludido, Tiririca critica Congresso: 'Não vai mudar. O sistema é esse. É toma lá, dá cá'
Cármen Lúcia é contra reajuste salarial pedido por juízes
Revista mostra as malas de dinheiro dadas pela JBS-Friboi a Aécio, Funaro e Temer; veja as fotos

Esses blindados foram apreendidos após a Operação Calicute, e eram utilizados para transportar propina destinada ao ex-governador Sérgio Cabral e seus auxiliares.

“Considerando o real estado de guerra urbana em que se encontra nossa cidade do Rio de Janeiro em que estas facções criminosas impõem o poder sobre parcelas geográficas do terreno, impedindo parte da nossa sociedade usufruir livremente de seus direitos constitucionais inatos”, escreveu o delegado a Bretas.

Bretas respondeu ao apelo em apenas um dia.

“Excelentíssimo Secretário de Estado de Segurança, informando que há, nos endereços indicados, aproximadamente 46 veículos blindados à disposição deste juízo e que poderiam ser utilizados em prol dos órgãos de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro. Por conseguinte, poderá a Secretaria, caso haja interesse, vistoriar os veículos e informar a este juízo, com a maior brevidade possível, quais pretende utilizar, identificando-os”, disse o juiz.


Veja também:







Ernesto Neves
Veja
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...