sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas é um deboche, diz presidente da OAB


Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A proposta de reforma política que prevê a criação de um fundo de R$ 3,6 bilhões para financiar campanhas eleitorais no próximo ano foi duramente criticada pelo presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, durante sua passagem pelo Recife, na noite desta quinta-feira (10), para comemorar os 85 anos da OAB-PE.





"É um deboche com o cidadão brasileiro", classificou Lamachia. "Há poucos dias nós vimos um governo que não tinha dinheiro para repassar para a Polícia Federal e reduz a força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, reduz o custeio de passaportes e inumeras pessoas ficaram sem viagens. E agora se fala contraditoriamente em aumento do fundo partidário", questionou o presidente da OAB.

Leia também:
Após retaliação do PMDB por voto contra Temer, Zveiter anuncia saída do partido

Para a entidade, o fundo é inaceitável sobre qualquer aspecto. "Nós precisamos de campanhas mais baratas. Não dessas campanhas que utilizam recursos de forma absurda como nós temos visto nos últimos tempos", explicou.


Lamachia também disse que a OAB defende o voto distrital misto para o legislativo, a criação de uma cláusula de barreira e o fim das coligações proporcionais. Questionado sobre parlamentarismo, o presidente da OAB disse que o tema pode ser discutido em meio a um grande debate sobre o sistema eleitoral no País.



Veja também:



Paulo Veras
Jornal do Commercio
Editado por Política na Rede
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...